MDIC atribui queda das importações e superávit a desaquecimento da economia

O desaquecimento da economia é o principal responsável pela forte queda nas importações do País, o que se refletiu sobre o resultado da balança comercial de setembro, que registrou superávit de US$ 2,944 bilhões, o melhor número para o mês desde 2011. A avaliação é do diretor de Estatística e Apoio à Exportação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Herlon Brandão. A queda nos importados foi de 32,7% em comparação a setembro de 2014.


De acordo com o diretor, ainda é cedo para definir de forma clara qual o impacto da alta do dólar na balança comercial. Ele ressaltou, entretanto, que a variação do câmbio observada nos últimos meses encarece a importação. "A tendência é diminuir", disse.


Brandão estima que é possível que o saldo comercial b